domingo, 2 de maio de 2010

Masturbação Inocente

Apesar de não lembrar que estamos no Mês da Masturbação (não esqueçam de comemorar!), tive uma conversa bem interessante com uma amiga hoje. Ela me confessou que se masturbava usando um travesseiro quando era novinha (9 anos) sem nem saber o que estava fazendo.


Acho o contrário: ela sabia exatamente o que estava fazendo (talvez até mais do que muitos adultos): proporcionando prazer a si mesma. Simples assim. Por que carregar de significados algo tão simples? As pessoas se tocam por que é bom e ponto. Claro que, depois que se começa a transar, você passa a associar o carinho das mãos àquilo que realmente queria estar fazendo, se masturba vendo fotos ou filmes pornôs e lendo contos eróticos ou até lembrando de aventuras sexuais, mas não é necessariamente isso.

E por que falar sobre isso? Porque é aí que toda a repressão sexual começa. Quando as crianças (principalmente as meninas) "aprendem" ainda novinhas que é errado se tocar, elas começam a ter vergonha do próprio corpo, vergonha do sexo, vergonha de sentir prazer e uma série de outras nóias completamente desnecessárias e que só atrasam a nossa vida.

Tive uma aula de educação sexual uma vez em que a mulher contou que ela soube de um caso de uma menina que ia religiosamente (hehehe) para a cama após o almoço e mantinha suas pernas levantadas, em um ângulo de 45º. Descobriram que a garota estava na verdade se masturbando. As pernas cruzadas, bem juntinhas, com os músculos das coxas durinhos, tremendo depois de um tempo... Loucura! Isso só mostra o quanto inocente (e criativa) é a atitude dela.

Quem vai dizer que essas duas meninas (e tantas outras) estavam fazendo algo sexual? Não estavam! Os adultos é que atribuem significados inexistentes e afetam a vida das pessoas por isso. Fico me perguntando quantas pessoas também aprenderam a se masturbar por conta própria e quantas foram eventualmente recriminadas por isso.

7 comentários:

  1. "estavam fazendo algo sexual? Não estavam!"

    que que você quis dizer com "algo sexual"? não entendi

    ResponderExcluir
  2. Melhor explicar pela parte do "não estavam". Quis dizer q elas não faziam isso pensando em coisas sexuais como adultos costumam fazer quando se masturbam. Era o prazer físico pelo prazer físico.

    ResponderExcluir
  3. Masturbação é algo interessante e até poético

    ResponderExcluir
  4. O grande problema é que a sexualidade é tabú. Se não fosse, nada disso seria sequer questionado.

    ResponderExcluir
  5. Aquilo

    Certa vez uma menina descobriu sozinha que poderia alcançar uma sensação tão boa e prazerosa sem precisar, para isso, comer um pacote de biscoito ou se encher de sorvete. Todas as vezes em que sentia necessidade de ter essa ótima sensação percorrendo seu corpo, se enfiava debaixo de um cobertor e ficava olhando para o teto, pensando em nada e com a mão parada dentro da roupa mesmo não tendo todas as habilidades manuais resultantes de muito treinamento. Embora a inocência da menina não a deixasse ter noção de que tal ato poderia ser chocante para algumas pessoas, tinha total certeza de que era algo a ser feito sozinha, bem distante de olhares alheios. Em uma ocasião em que a menina estava enfiada no quarto fazendo essa atividade tão relaxante, a mãe a surpreendeu e ficou com um ar sério. Começou a perguntar a menina onde ela estava com a mão e, vendo a cara de pânico da criança, começou um discurso de que aquilo era feio. A mãe disse isso conduzindo a menina até o banheiro e lavando as mãos da criança com água e sabão. A essa altura, a menina estava super envergonhada de ter cometido um erro que ela própria não entendia qual tinha sido.
    A menina cresceu com essa ideia de que aquilo era errado. Isso ficou mais evidente quando começou a constatar que suas amigas não faziam tal coisa. “Acho que é daquelas lições que toda mãe dá para sua filha: ‘Menina, sente-se de pernas fechadas. Você é uma mocinha!’” Talvez aquilo seja só para meninos, já que eles falam disso tão abertamente.

    O que houve com a menina?

    A menina enfim não era mais menina. Agora tinha consciência de que aquilo não era de fato algo ruim ou que não devia ser feito, mas tem censuras que afetam as pessoas de tal modo que as moldam a não pensarem n’aquilo. Aquilo virou uma entediante atividade dificilmente praticada por ela.

    ResponderExcluir
  6. Moral da história: menininhas censuradas a respeito da masturbação viram professoras frígidas quando crescem. XD

    ResponderExcluir
  7. Will, vc não presta. =P

    ResponderExcluir